Mãos de Luz | Clínica de Terapias Naturais e Escola de Formação Terapeutica

AS MARAVILHAS DO ALECRIM

AS MARAVILHAS DO ALECRIM

AS MARAVILHAS DO ALECRIM
Você anda sentindo a mente e o corpo cansados? Saiba que existe uma erva poderosa
e aromática, capaz de fornecer a energia necessária. Ela se dá bem em climas mais
quentes e é muito usada como tempero. Estamos falando do alecrim.
Quer fazer um teste simples? Esfregue um pouco da erva entre os dedos e inale o
perfume. Sabe o que acontece em seguida? Você vai relaxar como um bebê. E não é
só isso! A erva é cheia de benefícios! Há anos que as pessoas tratam problemas de
saúde com alecrim.
Veja alguns benefícios:
– Tem propriedades antioxidantes: O alecrim contém poderosos antioxidantes que
protegem o corpo contra os radicais livres. Além do ácido cafeico e rosmarínico, ela
contém os antioxidantes carnosol e ácido ursólico, que são conhecidos por prevenir
melanoma e câncer. – Tem propriedades anti-inflamatórias Além de tratar inflamações,
o alecrim é capaz de aliviar asma, eczema, artrite, gota e outras problemas
inflamatórios. – Melhora a saúde do cérebro. Isso acontece porque o alecrim aumenta o
fluxo sanguíneo para a cabeça. Ele também está associado ao fortalecimento da
memória. Para quem não sabe, a erva contém compostos que impedem a degradação
de um importante neurotransmissor, capaz de assegurar a comunicação entre células e
boa memória.
– Ajuda contra a fadiga adrenal e o estresse
O alecrim é maravilhoso porque acalma os hormônios do estresse, um estado de
espírito muito comum nos dias de hoje. Ou seja, a erva reduz os níveis de cortisol (o
hormônio do estresse) do corpo. – É estimulante e relaxante. Como dissemos no início
da matéria, o alecrim não só renova as energias como também relaxa o corpo e a
mente. – Estimula o crescimento do cabelo. Isso acontece porque o alecrim melhora a
circulação sanguínea. Para desfrutar dessas vantagens, você pode: Usar óleo
essencial: o aroma é uma delícia, mas evite usar se você for gestante, porque o efeito
pode ser muito forte.
Consumir o chá:
Use uma colher (chá) da planta rasa para uma xícara (200mL) de água ou uma colher
(sopa) para um litro. Ferva a água, apague o fogo e jogue a erva lavada dentro. Quando
amornar, o chá está pronto para beber. Tome pelo menos uma xícara ao dia. Pode ser
à noite, antes de dormir. Tome puro, sem mel nem açúcar. Temperar alimentos: Alecrim
é um tempero que deixa muitos pratos mais gostosos, então você pode colocar em
sopas, peixes e guisados, por exemplo.
Diga adeus às varizes, celulite, dores musculares e dores nas
articulações com este remédio de alecrim!
O ingrediente-chave desta maravilhosa receita é o alecrim. Sem nenhum exagero, o
alecrim é uma planta superpoderosa. Ele é muito rico em vitaminas e minerais, como
vitamina B6, vitamina B2, vitamina A, vitamina C, ferro, magnésio, fósforo, zinco, cálcio
e outros antioxidantes. E a lista de benefícios do alecrim é muito extensa:
– ajuda a recuperar o sistema nervoso após uma longa atividade intelectual
– é excelente contra anemia, menstruação insuficiente e problemas de irrigação
sanguínea
– é excelente contra resfriado e bronquite
– é indicado para tendinite e dores musculares
– é indicado para problemas no coração, como arritmia cardíaca
– é ótimo contra cansaço mental e estafa
– é ótimo contra perda de memória
– é ótimo para a saúde da pele e contra lesões e queimaduras
– é útil contra queda de cabelo e caspa (fazer o chá e enxaguar o cabelo com ele)
– estimula o metabolismo, desintoxicando o fígado
O álcool de alecrim, a receita que você vai aprender agora, é para ser usado apenas
externamente. Ele é revitalizante, antirreumático, estimulante da circulação, alivia a
tensão e a dor muscular, trata contusões, combate tendinite, bursite, varizes, celulite,
cãibras e o cansaço muscular. Deve ser feito preferencialmente com alecrim fresco,
recém-colhido. Você pode fazer com a erva seca, porém o produto obtido será menos
concentrado. Para fazer o álcool de alecrim, basta colocar alguns ramos de alecrim
numa garrafa de vidro e cobri-los com álcool 70°(vende-se em farmácias). Deixe
descansar 15 dias em um lugar escuro. Agite o vidro todos os dias. O tempo de
maceração pode ser maior, há quem prefira deixar 40 dias, para deixar a preparação
ainda mais concentrada de princípios ativos da planta. Mas 15 dias já é um bom tempo.
Passado o tempo da maceração, coe/filtre o álcool, coloque-o em um vidro e bem
fechado, protegendo-o da luz e do calor excessivo. Aplique-o em forma de
fricção/massagem. Não use o álcool internamente nem nas mucosas e feridas. Depois
de aplicá-lo na pele da região dolorida, lave imediatamente as mãos, para que não se
corra o risco de levar, por esquecimento, as mãos aos olhos, o que poderia causar uma
irritação. Aplique no máximo três vezes por dia. Este remédio natural não deve ser
usado por quem tem epilepsia, grávidas, mulheres que estão amamentando e crianças
menores de 7 anos. Este site trás notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui
um especialista.
Assista ao vídeo:
https://www.youtube.com/watch?time_continue=12&v=jwkQuNsRO6I
Fonte: Cura pela Natureza
Pesquisa: Dirceu Kommers